Consultoras da Hype60+ e Pipe Social apresentaram o estudo Tsunami60+ sobre economia prateada

10 de Abril de 2019 às 18:56

Layla Vallias, aging innovator e cofundadora da Hype60+, e Lívia Hollerbach, consultora da Pipe Social, apresentaram, durante o lançamento da Longevidade Expo + Fórum, a pesquisa Tsunami60+: um verdadeiro estudo sobre a economia prateada e o raio-x do mercado sênior brasileiro. “Não tínhamos, até então, nenhum levantamento quantitativo e qualitativo referente a este público, só percepções. Hoje, trouxemos números e informações valiosas para que as empresas possam traçar suas estratégias com fundamento para atrair oportunidades representativas com o tema longevidade.”

“O planeta está envelhecendo, é importante refletir sobre isso. Atualmente, no Brasil temos 30 milhões de 60+ e esse número vem crescendo 3% ao ano, um aumento maior do que qualquer outro grupo etário. Toda essa movimentação está fazendo com que investidores olhem para a longevidade como a próxima economia. É um mercado totalmente embrionário, com grandes chances de sucesso”, disse Layla.

Layla Vallias, Hype60+.

Para Lívia, o estudo permitiu que os novos negócios já pudessem nascer comprometidos especialmente com o tema. “São muitas histórias coletadas pelo Brasil, frutos da pesquisa. Sentimos a urgência de escutar a população e documentar isso. Conhecemos a rotina, como se relacionam e também conversamos com as pessoas que fazem parte desse universo.”

O resultado da pesquisa, segundo as consultoras, é muito amplo para ser discutido em pouco tempo. Porém, as especialistas pincelaram alguns pontos que podem atrair o mercado para olhar com mais atenção às necessidades e demandas deste público. “Além do cuidado físico, o mental é a grande tendência. E isso é despertado também com o surgimento dos jogos cognitivos, que estimulam o cérebro. A tecnologia é outro ponto em questão, um mercado que pode ser mais explorado, pois o smartphone é rotina dessa população, que se informa pelo Facebook e de lá vai migrando para outras mídias. Cerca de 90% dos entrevistados usam whatsapp como também uma porta de conexão com sua família, o que evita muitos casos de depressão.”

Outro alerta, segundo Lívia, é a necessidade de trazer para esta geração uma mentalidade preventiva de doenças, como o HIV devido à comercialização de Viagra, por exemplo, o que permite uma vida sexual mais ativa nos dias de hoje. Questões familiares, como a síndrome do ninho cheio (filhos que voltam a morar com os pais após se divorciarem ou precisarem se reestruturar financeiramente), causam inúmeros casos de depressão, peso emocional e problemas financeiros.

Segundo o estudo, os maduros estão no centro da economia familiar, apesar de não terem tido uma educação financeira. Eles possuem renda própria, muitos ainda trabalham e também contam com a aposentadoria. “O empreendedorismo nessa faixa etária vem crescendo muito. De mil negócios, 6% têm fundadores acima dos 60 anos. Essas pessoas preferem focar nas soluções para atender suas demandas, já que o mercado não os enxerga”, aponta Lívia, que revela também que a maioria respondeu que o padrão de vida caiu com o chegar da idade.

Um ponto que foi surpresa durante o levantamento foi o número de adeptos em cortar gastos com os planos de saúde. “O surgimento de serviços sob demanda, como o Dr. Consulta, permitiu uma reflexão sobre a real necessidade em ter um custo mensal desse serviço. Até o SUS surpreendeu: muitas pessoas da classe A e B elogiaram o atendimento. Temos muito o que aprender e desenvolver para este mercado”, finalizou Lívia.

 

Lívia Hollerbach, Pipe Social.

Lançamento Longevidade Expo + Fórum | Dia 09 de Abril

Longevidade Expo + Fórum é um empreendimento da Longevidade Feiras e Congressos, com realização e gestão da São Paulo Feiras Comerciais, empresas do Grupo Couromoda, organização com 45 anos de experiência no setor de feiras de negócios e congressos profissionais.

Contato

Rua Padre João Manuel, 923 – 6º andar
01411-001 – São Paulo
(11) 3897-6199
contato@longevidade.com.br

Newsletter