@valeriabursztein

Mulheres Fantásticas: Anna Endler, 90+ e Diana Kroeger, 77+

Tradução, redação e edição

Analu Oliveira – 79+

www.longevidade.com.br

Anna Endler, física brasileira  e Diana Kroeger, bioquímica irlandesa

 

Anna Endler, 90+, é física, pioneira da pesquisa científica nessa área no Brasil
Diana Beresford-Kroeger, 77+ é bioquímica e botânica, além de escritora e poeta irlandesa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ambas merecem destaque sempre e nesta semana foram retratadas em longas matérias dos principais jornais brasileiros, Folha e Estado de São Paulo, entre outros. O motivo principal foi o mês de março que homenageia as mulheres e também o incentivo que ambas fazem às garotas para que não tenham medo das ciências exatas cuja escolha sempre foi muito masculina.

Anna ao lado da sua biografia “Perseverança”

 

Anna enveredou pela física graças ao pai, que incentivava seu raciocínio lógico desde pequena, e ao irmão, que gostava de lhe contar sobre os livros de ciência que lia. Entrou na faculdade nos anos 50, com 18 anos e com muito poucas colegas mulheres. Foi uma das primeiras  a pesquisar física no Brasil e quase 70 anos depois decidiu contar sua trajetória para mostrar detalhes que muitos amigos e familiares não conheciam.

Diz Anna Endler: “Quero ser uma inspiração para as meninas. Apesar de ter sido muito ignorada durante minha trajetória, nunca fui maltratada. E hoje, aos 90 anos escrevi minha biografia chamada “Perseverança” para mostrar tudo que eu fiz e que eu achava que ninguém sabia”. O livro foi lançado em 2021, um ano após Anna ter recebido o título de pesquisadora emérita do CBPF (Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas), por sua contribuição ao instituto.

Para a cientista, o preconceito em relação à produção de mulheres tem mudado na comunidade científica –mas ainda há um longo caminho a ser percorrido. “A alegria que sentimos e a satisfação de vencer uma batalha, não tem dinheiro que pague. É isso que eu quero para as meninas que desejam seguir nesse campo”, diz Anna. Confira depoimento de Anna Endler sobre seu livro PERSEVERANÇA https://www.youtube.com/watch?v=Jq_fL_MTcLo

 

Diana e a capa de um de seus livros Global Forest

 

Diana tem como foco principal descrever para o mundo, as maravilhosas capacidades das árvores, num estilo cientificamente exato, mas surpreendente e impactante. Ela mora no Canadá, em uma floresta de 160 acres que ajudou a cultivar. A partir daí, com apenas um lápis, ela trabalha para salvar algumas das formas de vida mais antigas da Terra.

Seu objetivo sempre foi combater a crise climática e lutar pelo que resta das grandes florestas e reconstruir o que já desmoronou. “As árvores armazenam dióxido de carbono e oxigenam o ar. É a única coisa que temos agora para combater as mudanças climáticas”, disse ela que é uma pesquisadora independente, não filiada a nenhuma instituição, financiada por seus escritos e pela venda de suas plantas raras. Diana sempre fez questão de ter liberdade para estudar e divulgar suas ideias sem restrições.

 

A Dra. Beresford-Kroeger, como é conhecida,  escreve todos os seus artigos e livros à mão e não possui smartphone ou computador nem conta de mídia social. Quando ela precisa usar o Zoom, aparece na biblioteca local e usa uma área de trabalho pública.

Do lado de fora da casa, crescem suas árvores preciosas, todas resistentes às mudanças climáticas em graus variados: a castanheira, um abeto de agulha azul e uma variante rara do carrapicho. Ela começou a criar sua floresta depois de saber que muitas espécies de árvores importantes, valorizadas pelos povos das Primeiras Nações por medicamentos, pomadas, óleos e alimentos, foram arrasadas pelos colonizadores séculos atrás. “Essas árvores já alimentaram o continente no passado”, disse ela. “Quero que estejam disponíveis lá para as pessoas no futuro.”

Diana e o grande abraço às árvores

 

Diana e o marido Christian vivem ao sul de Ottawa (Canada), em uma longa estrada rural em um terreno de 160 acres que compraram décadas atrás. Sua casa está cheia de livros bem cuidados, plantas prósperas e Botas, seu gato.

Ela oferece regularmente palestras virtuais para universidades e organizações e está empenhada em ajudar no planejamento de jardins de cura medicinais em Toronto e fora de Ottawa. Enquanto isso segue no preparo do novo livro que será sobre como as pessoas estão espiritualmente conectadas à natureza.

 

 

 

 

Sobre Anna Endler

Anna Maria Freire Endler nasceu e cresceu no Rio de Janeiro, possui graduação em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e Doutorado e Mestrado no Instituto de Física da Universidade de Bonn na Alemanha. Em 2020, por sua relevância na comunidade acadêmica, foi agraciada com o título de pesquisadora emérita do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF).

Perseverança é o quarto livro publicado por Anna Endler que já publicou: “Introdução à Física de Partículas” ;“Somos Poeira de Estrelas” e “Vovó Conta de que São Feitas as Coisas” , este último resultado da curiosidade do seu neto em saber como são feitas as coisas.

Sua biografia fala da paixão pela física que começou ainda na adolescência por influência de seu irmão Gabriel e também como foi a experiência de ser uma das mulheres pioneiras a estudar física no Brasil, ainda na década de 1950.

Anna Endler enfatiza que as meninas que possuem aptidões para Ciências Exatas podem se inspirar em sua experiência de vida para seguir a carreira Científica.

  

Sobre Diana Beresford-Kroeger

Diana Bernadette Beresford-Kroeger é uma botânica irlandesa, bioquímica médica, escritora, nascida em 25 de julho de 1944 em Islington, Londres, no Reino Unido.

Estudou botânica e bioquímica na University College Cork antes de ir para a América em 1966 para pesquisar química orgânica e radionuclear na Universidade de Connecticut. Três anos depois, ela se mudou para o Canadá para estudar o metabolismo das plantas na Universidade de Carleton. Fez pesquisa cardiovascular na Universidade de Ottawa, onde começou a trabalhar como pesquisadora em 1972.

Aos quarenta anos, a Dra. Beresford-Kroeger começou a escrever, embora demorasse uma década para encontrar uma editora para seu primeiro trabalho. Desde então, ela publicou oito livros, alguns deles best-sellers no Canadá, com foco principal sempre na importância das árvores.

Ela também cultivou uma Arca de Noé arbórea de espécimes raros que podem resistir melhor a um planeta em aquecimento. As árvores nativas que ela plantou em sua propriedade retiram mais carbono da atmosfera e resistem melhor à seca, tempestades e mudanças de temperatura.

 

Fontes:

 

O Estado de SP 

https://www.estadao.com.br/internacional/a-botanica-que-planta-arvores-resistentes-ao-aquecimento-global/

 

Escavador

https://www.escavador.com/sobre/732430/anna-maria-freire-endler

 

Folha de SP

https://www1.folha.uol.com.br/seminariosfolha/2022/03/aos-90-pesquisadora-pioneira-da-fisica-no-brasil-quer-ser-inspiracao-para-meninas.shtml?origin=folha

 

Call Of The Forest

http://calloftheforest.ca/about-diana/

 

Wikipedia

https://en.wikipedia.org/wiki/Diana_Beresford-Kroeger