@valeriabursztein

Timidez é sentimento? Sim, mas não pode atrapalhar sua vida

Redação e edição

Analu Oliveira – 79+

www.longevidade.com.br

 

Timidez, desconforto, medo ou só sentimento?

 

Sabe que aquela sensação ruim que a gente sente quando tem que entrar numa reunião onde não conhece ninguém? E como é difícil chegar a uma nova escola, desde criança, e encontrar uma turma nova ?

Nas duas situações, se você foi direto para o seu canto, lá no fundo sem falar com as pessoas, BINGO !!! Você é uma pessoa tímida! E tem mais: Garganta seca quando é preciso abordar alguém para pedir seu contato/telefone? E pensar duas vezes antes de levantar a mão para tirar uma dúvida?

Pois é. A timidez é um sentimento, uma emoção que afeta o comportamento diante de gente ainda desconhecida. É a hora do desconforto, da vergonha, da insegurança e dos nervos à flor da pele. Alguns ficam corados “vermelhos”, perdem a voz e até sentem tremedeiras. Difícil, né?

Mas não é nada tão grave, calma aí!!! Tudo tem jeito !

Primeiro vamos entender bem a diferença entre timidez e introversão, embora os comportamentos muitas vezes sejam parecidos. A timidez está ligada ao medo, já a introversão é a preferência por ficar só, sem nervosismo ou ansiedade.

 

E então, é timidez ou introversão?

 

Timidez provoca mal-estar e introversão já é uma característica de personalidade. Tímidos e introvertidos tem dificuldades no contato com outras pessoas, mas existem diferenças bem nítidas. A timidez envolve o medo de julgamento das pessoas o tempo todo, em especial dos estranhos.

Alguns especialistas consideram a timidez ligada a ataques de pânico. Outros já a definem como “ansiedade social”, pavor de rejeição. De toda forma, importante é avaliar o grau de timidez e entender (para evitar) como ela prejudica o cotidiano.

Como timidez não é doença,  não se pode falar em cura. Mas existem algumas boas estratégias para “treinar” e conseguir abrir o coração para novas e fantásticas experiências!!!

 

Abra os dois olhos e também o coração para superar a timidez

 

1. Aceite-se do jeito que você é

Quando a pessoa se aceita como tímida, o sentimento deixa de ser um tabu. Dessa forma, ela passa a ser capaz de buscar formas de solucionar o problema, sem o medo que paralisa.

2. Insista, Force a barra

O desconforto faz a gente pensar em desistir. Nada disso, insista, desafie-se, supere o medo.

3. Transforme a timidez em um sentimento a seu favor

Todo mundo sabe quando a pessoa é tímida. E a tendência é que imediatamente surjam a empatia e a compreensão.

Nada de fugir dos encontros. Insista nas reuniões e fará amigos

 

4. Saia da zona de conforto

Não fuja de reuniões sociais, não recuse convites, saia da zona de conforto. Você vai ver que, aos poucos, vem uma sensação muito boa de segurança.

5. Aprenda uma segunda língua

Numa sala de aula onde todos estão ali para aprender um novo idioma, todo mundo se sente da mesma forma, seja tímido ou não.  Isso rende bons papos e troca de ideias.

6. Divirta-se consigo mesmo

Em vez de se render ao medo de virar motivo de piada, inverta a situação, ria de si mesmo. Você vai se sentir melhor e mais confiante!

7. Respeite-se

Você não precisa aceitar todos os convites sociais. Respeite o seu limite e os momentos em que acredita ser realmente necessário se “isolar”.

Viu só? Bora partir e abrir as portas !

 

Uma boa sugestão é o livro:

Timidez Nunca Mais: O Guia Oficial para Eliminar a Timidez, de Luis Henrique Rodrigues

 

Fontes:

Viva Bem/Uol

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/10/04/timidez-nao-e-o-mesmo-que-introversao-entenda-melhor-a-diferenca.htm

Brasil Escola

https://brasilescola.uol.com.br/psicologia/timidez.htm

Vittude

https://www.vittude.com/blog/timidez/

DCI

https://www.dci.com.br/empreendedorismo/marketing-digital/superar-a-timidez/64750/

(Imagens: divulgação)