@valeriabursztein

Empresas criam soluções tecnológicas para dar suporte aos longevos

 

CloudSaúde e Vivmais Saúde & Longevidade apresentam na Longevidade Expo+Fórum modelo de robô concierge que estimula atividades diárias à população sênior 

Com o passar dos anos a população brasileira ampliou sua expectativa de vida, passando para uma média de 76,6 anos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além de viver mais, essa população busca também um envelhecimento mais ativo e saudável, logo,  proporcionar liberdade ao longevo é uma das preocupações das famílias modernas, o que impulsiona o mercado de saúde e tecnologia na busca por inovações que possibilitem segurança e cuidado especializado para esse público.

O mais novo recurso criado pela CloudSaúde, empresa especializada em gestão de saúde, é um robô para cuidados com pessoas longevas. A solução conta com tela interativa e caminha de forma autônoma, respeitando as rotinas diárias do longevo, o que proporciona integração e incentivo ao movimento. A tecnologia permite que as rotinas sejam customizadas no aplicativo, incluindo o agendamento de lembretes como medicações, refeições, videoconferência com os familiares, agendamento de consultas por telemedicina, incentivo de atividades, dentre várias outras funcionalidades.

Arthur Dinóla – diretor/directhealth da CloudSaúde

“As rotinas inseridas no robô são definidas por um gerontólogo, que também proporciona atividades de estímulo físico e mental. Nosso grande objetivo com essa solução é possibilitar liberdade aos longevos, tranquilizando os seus familiares”, explica o diretor/directhealth da CloudSaúde, Arthur Dinóla, 56+.   

A empresa oferece ainda soluções digitais disruptivas, dispositivos de gestão e monitoramento de longevos em residenciais e instituições de longa permanência armazenadas na nuvem, onde todas as informações de rotina do paciente são compiladas e acompanhadas pela família e por profissionais da saúde.

“Nossa plataforma busca comparar os prontuários registrados dos pacientes com as rotinas diárias inseridas. Havendo algum alerta, acionamos a nossa equipe de médicos, que inclui várias especialidades”, destaca o diretor. 

Oportunidade de recolocação

Toda essa demanda por estrutura e profissionais adequados para o universo dos longevos gera também novas oportunidades. A Vivmais, que é um braço da CloudSaúde, realiza um trabalho de profissionalização e recolocação de pessoas 45+ para esse setor. “Uma pesquisa publicada no UOL em 2020 mostra que 400 mil pessoas 50+ ficaram desempregadas do final de 2019 até o final de 2020. Nosso foco é treinar essas pessoas para esse mercado novo e promissor que é a longevidade”, explica a founder e CEO da empresa, Silvia Scagliarini, 58+. A healthtech oferece formação de empreendedores focados no cuidado social e na saúde, como o curso de gerontologia. Além disso, a Vivmais tem uma parceria com a escola de enfermagem Natasha Franco Vieira, de Guarulhos, para a formação de profissionais da área.

Silvia Scagliarini – founder e CEO da Vivmais

A startup, do segmento “Aging in Place and Healthtech”, oferece uma rede de serviços de saúde, bem-estar físico e mental e longevidade ativa. É uma plataforma digital de marketplace com o objetivo de intermediação, onde a família ou empresa pode encontrar profissionais qualificados para a demanda que precisam. As atividades contratadas podem ser on-line, externas ou à domicílio e vão desde cursos como idiomas, yoga e pilates até a acompanhamento do longevo em consultas médicas, passeios culturais, entre outros.

A CouldSaúde e a Vivmais levarão seu robô concierge e outras novidades tecnológicas e profissionalizantes ao pavilhão do Centro de Convenções Rebouças, durante a Longevidade Expo+ Fórum. O evento acontece de 29 de setembro a 1º de outubro.